Vinte e cinco casas no concelho de Ferreira do Zêzere foram danificadas pelo temporal que se fez sentir hoje, tendo uma delas, no lugar de Calçadas, ficado praticamente destruída, disse à agência Lusa o presidente do município.

Jacinto Lopes disse à Lusa que o vendaval que varreu o concelho logo pela manhã teve um fenómeno localizado semelhante a um «minitornado» em Calçadas, na freguesia de Areias, que provocou danos em oito habitações, tendo os dois habitantes de uma delas sido levados por familiares dado o grau de destruição da casa, que ficou destelhada e com muitos bens no seu interior partidos.

O temporal deixou ainda centenas de árvores caídas e partidas em vários pontos do concelho e danificou postos de eletricidade e de telefones, tendo a energia sido resposta ao longo do dia, faltando apenas resolver situações pontuais da linha telefónica, disse à Lusa o presidente da Câmara Municipal de Ferreira do Zêzere.

Os fortes ventos que se fizeram sentir cerca das 08:00 destelharam ainda vários anexos, não havendo vítimas.

Jacinto Lopes salientou a solidariedade dos ferreirenses para com as famílias atingidas, o que permitiu que, ao longo do dia, fossem remediadas as várias situações, sobretudo de casas destelhadas, de forma a que as pessoas pudessem permanecer nas suas habitações.

«É muito gratificante ver que, mais uma vez, as pessoas se mobilizaram e se solidarizaram», afirmou, adiantando que os danos terão que ser reparados pelos proprietários com recurso aos seguros.

Jaime Lopes recordou que nenhum dos particulares afetados pelo tornado que em 07 de dezembro de 2010 atingiu os concelhos de Ferreira do Zêzere, Sertã e Tomar (com mais de 800 casas danificadas) foi ressarcido, tendo apenas sido pagas as verbas ao abrigo do Fundo de Emergência Municipal que permitiram a recuperação das estruturas municipais que então sofreram danos.