A apresentadora de televisão Bárbara Guimarães apresentou uma queixa-crime por violência doméstica contra o marido, Manuel Maria Carrilho, antigo ministro da Cultura e antigo embaixador de Portugal na UNESCO.

A TVI confirmou que foi apresentada esta queixa-crime no Departamento de Investigação e Acção Penal de Lisboa. A TVI apurou ainda que o processo está em segredo de justiça.

Manuel Maria Carrilho foi ministro da Cultura dos governos de António Guterres. Em 2005 candidatou-se à câmara de Lisboa onde apareceu em várias acções de campanha ao lado de Bárbara Guimarães.

Em 2008 foi nomeado embaixador de Portugal junto da UNESCO, em Paris, cargo que exerceu até 2010.

A violência doméstica é considerada um crime público com uma moldura penal de 1 a 8 anos.