Um homem de 29 anos foi detido pelo crime de abuso sexual de uma turista de férias em Portugal, tendo ficado em prisão preventiva, segundo informação disponibilizada pela Procuradoria-Geral Distrital de Lisboa (PGDL) na sua página na internet.

O homem foi “indiciado pela prática de um crime de abuso sexual de pessoa incapaz de resistência, ocorrido em Lisboa, no passado dia 6 de janeiro”, adianta a PGDL em comunicado.

A Procuradoria-Geral Distrital de Lisboa adianta que, “segundo os fortes indícios recolhidos, apurou-se, no essencial, que na referida data”, o suspeito “abusou sexualmente” de uma mulher estrangeira que estava de férias em Portugal.

Na sequência de queixa apresentada, da audição da vítima (em declarações para memória futura), e de outras diligências realizadas, o agressor veio a ser identificado e detido.

Foi constituído arguido e presente ao Juiz de Instrução Criminal para primeiro interrogatório na passada quinta-feira, tendo-lhe sido aplicada a medida de coação de prisão preventiva por se verificarem “concretos perigos de continuação de atividade criminosa, perigo de fuga e de perturbação do inquérito”, informa a PGDL.

A investigação prossegue sob a direção do Ministério Público (MP) na segunda secção do Departamento de Investigação e Ação Penal (DIAP) de Lisboa, com o apoio da Polícia Judiciária.