O Governo português vai apoiar as ações de ajuda humanitária nas Filipinas, país atingido na semana passada pelo tufão Haiyan, através do Camões - Instituto da Cooperação e da Língua, anunciou o Ministério dos Negócios Estrangeiros.

Em comunicado citado pela Lusa, o MNE informa que Portugal se associa «aos esforços da comunidade internacional» e «já se disponibilizou para apoiar a República das Filipinas».

Segundo a nota do ministério, a ajuda será realizada através do instituto Camões, «em parceria com organizações que já se encontram no terreno».

«O Governo português expressa as suas sinceras condolências e solidariedade ao Governo e ao povo da República das Filipinas pelas mortes e perdas sofridas após a passagem do ciclone tropical Haiyan», acrescenta ainda o comunicado.