"Isso é tudo mentira. Não sabia o que eles faziam, porque se soubesse não os queria na minha casa", disse o arguido, reclamando a sua inocência.