A Proteção Civil dos Açores revelou que foi registado um sismo de magnitude 2.6 na escala de Richter e epicentro na Povoação, na ilha de São Miguel, a que se seguiram já 30 réplicas.

A Proteção Civil açoriana diz que segundo o Centro de Informação e Vigilância Sismovulcânica dos Açores (CIVISA), às 20:31 de quarta-feira (21:31 em Lisboa) «foi registado um evento com magnitude 2.6 (Richter) e epicentro na Vila da Povoação, ilha S. Miguel.».

«De acordo com a informação disponível até ao momento, o sismo foi sentido com intensidade máxima IV (Escala de Mercalli Modificada) no concelho da Povoação. Após este evento foram já registadas cerca de 30 réplicas, uma das quais, às 21:03, foi sentida com fraca intensidade na Povoação», acrescenta o comunicado divulgado pela Proteção Civil, que diz que continua «a acompanhar o evoluir da situação, emitindo novos comunicados caso necessário».

O Serviço Regional de Proteção Civil e Bombeiros dos Açores aconselha, no mesmo comunicado, a adoção de «comportamentos adequados» para minimizar o «eventual impacto destes efeitos», pelo que, «em particular nas zonas mais vulneráveis, se recomenda a observação e divulgação das principais medidas de autoproteção para estas situações».

Entre outras medidas, a Proteção Civil aconselha que se mantenha «a calma» e se «conte com a existência de possíveis réplicas».

Por outro lado, em caso de sismo, lembra que não devem ser usados isqueiros e se deve cortar o gás, a eletricidade e a água.

A Proteção Civil aconselha ainda a limpeza do derrame de tintas, pesticidas e «outros materiais perigosos e inflamáveis» e a que as pessoas se mantenham afastadas das praias e zonas ribeirinhas em caso de sismo.