O líder de uma organização criminosa ligada ao narcotráfico, que era procurado pelas autoridades portuguesas desde finais de 2014, foi detido em Marrocos, estando em marcha o processo de extradição para Portugal, anunciou esta quinta-feira a Polícia Judiciária.

O homem, de 59 anos, com dupla nacionalidade (portuguesa e espanhola) foi detido na terça-feira pelas autoridades marroquinas, no âmbito de um mandado de detenção internacional emitido por Portugal.

Esta diligência surgiu na sequência da investigação criminal tutelada pelo Departamento Central de Investigação e Ação Penal (DCIAP), que culminou, em novembro de 2014, com a Operação «Adiada», que levou à detenção pela Polícia Judiciária de 11 suspeitos e à apreensão de cerca de 20 toneladas de haxixe, transportados no interior de um pesqueiro português.

A operação teve, na altura, a colaboração da polícia espanhola.