O homem que na terça-feira foi atingido por uma bala na cabeça junto à estação de comboios de Olhão, no Algarve, teve alta hospitalar durante a noite, disse à Lusa fonte do Centro Hospitalar do Algarve (CHA).

Segundo a mesma fonte, a bala disparada contra o homem, com cerca de 25 anos, causou-lhe apenas ferimentos superficiais na cabeça, pelo que lhe foi dada alta do Hospital de Faro cerca das 22:00, aproximadamente quatro horas após os disparos.

De acordo com informações de fonte da PSP na terça-feira, a vítima estava consciente quando foi assistida pelas equipas de emergência, tendo ficado com o projétil alojado na cabeça, mas de forma superficial.

A PSP realizou depois buscas no local e nas proximidades e encontrou vários projéteis, o que leva aquela força de segurança a acreditar que se possa estar perante um tiroteio entre dois grupos, embora não esteja confirmado o número de agressores e de vítimas.

A mesma fonte adiantou que foi detida uma pessoa por posse de arma proibida, uma arma branca com 12 centímetros de lâmina, nas imediações da estação de comboios de Olhão, mas não estará envolvida no tiroteio.

O caso passou para a alçada da Polícia Judiciária (PJ), que vai ficar conduzir a investigação.