O fim de semana prolongado vai ser marcado pela nebulosidade e pela chuva, que deverá ser persistente nas regiões do Minho e Douro Litoral, disse à agência Lusa a meteorologista Maria João Frada.

“Bom tempo, não vamos ter neste fim de semana prolongado. Vamos ter um agravamento do estado do tempo na sexta-feira, em especial nas regiões do Norte e Centro, e em particular a norte do sistema montanhoso Montejunto-Estrela”, declarou à Lusa a meteorologista do Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).


De acordo com Maria João Frada, a partir de sexta-feira estão previstos períodos de chuva, que será persistente no Minho e Douro Litoral.

A exceção, segundo a meteorologista, vai para a região Sul, onde não ocorrerá precipitação, havendo mesma a perspetiva de boas abertas.

“No sábado, vamos ter precipitação nas regiões do Minho e Douro litoral, mas apenas de manhã. À tarde, devido à diminuição da nebulosidade, vamos ter uma subida da temperatura máxima com a região do interior do Alentejo a atingir 26/27 graus Celsius”, precisou.


No domingo, avançou Maria João Frada, prevê-se novo agravamento do estado do tempo, mas desta vez a atingir todo o território do continente.

“Vamos ter novo agravamento, desta vez em todo o território, ou seja, regressa a nebulosidade e a precipitação começa no Minho e Douro Litoral e, depois, estende-se a todo o território. Devido à nebulosidade prevemos uma descida da temperatura máxima com valores a variar entre os 18 e os 22 graus”, concluiu.