Vários concelhos nos distritos da Guarda e de Castelo Branco estão esta sexta-feira em risco máximo de incêndio, de acordo com informação disponibilizada na página oficial da Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC) na Internet.

Em risco muito elevado estão vários concelhos nos distritos de Bragança Vila Real, Viseu e Faro.

Em concelhos dos distritos de Viana do Castelo, Braga, Coimbra, Leiria, Santarém, Portalegre, Évora e Beja o risco é elevado.

Nos distritos do Porto, Aveiro, Lisboa e Setúbal o risco é moderado.

O risco de incêndio determinado pelo IPMA engloba cinco níveis, que podem variar entre o "reduzido" e o "máximo".

O cálculo é feito com base nos valores observados às 13:00 em cada dia relativamente à temperatura do ar, humidade relativa, velocidade do vento e quantidade de precipitação nas últimas 24 horas.

O Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) prevê para hoje no continente nebulosidade matinal no litoral Norte e Centro, e nebulosidade alta na região Sul, vento moderado nas terras altas a partir da tarde e pequena descida das temperaturas mínimas.

As temperaturas vão oscilar entre os 22º Celsius em Viana do Castelo e os 34º em Évora.

Nos Açores esperam-se períodos de céu muito nublado com abertas, e possibilidade de aguaceiros fracos nos grupos Central e oriental.

A temperatura em Ponta Delgada vai subir aos 26º.

A previsão para a Madeira é de períodos de céu muito nublado e vento fraco a moderado.

O Funchal vai ter hoje 28º de temperatura máxima.

Portugal com risco de exposição muito elevado a radiação ultravioleta

Praticamente todo o território português volta hoje a estar sujeito a um risco de exposição a radiação ultravioleta (UV) muito elevado, de acordo com o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).

Apenas o distrito de Viana do Castelo apresenta um risco elevado.

Para as regiões com risco 'muito elevado' e 'elevado', o IPMA recomenda o uso de óculos de sol com filtro UV, chapéu, ‘t-shirt’, guarda-sol e protetor solar, além de desaconselhar a exposição das crianças ao sol.

Os índices UV variam entre 1 e 2, em que o UV é 'baixo', 3 a 5 ('moderado'), 6 a 7 ('elevado'), 8 a 10 ('muito elevado') e superior a 11 ('extremo').