O Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) prevê para esta terça-feira no continente períodos de céu muito nublado, sendo por nuvens altas até ao início da manhã, períodos de chuva ou aguaceiros na região sul a partir do meio da manhã, estendendo-se gradualmente às restantes regiões, que poderão ser por vezes fortes, de granizo e acompanhados de trovoada.

Está também previsto vento fraco a moderado do quadrante leste, tornando-se gradualmente do quadrante sul, e soprando moderado a forte, por vezes com rajadas até 60 quilómetros por hora, no Algarve e nas terras altas até meio da tarde e pequena subida da temperatura mínima.

Em Lisboa as temperaturas vão oscilar entre os 15 e os 23 graus Celsius, no Porto entre 16 e 26, em Vila Real entre 11 e 24, em Viseu entre 12 e 24, em Bragança entre 9 e 25, na Guarda entre 10 e 20, em Castelo Branco entre 14 e 24, em Évora entre 11 e 24, em Beja entre 13 e 23, em Coimbra entre 15 e 26, em Leiria entre11 e 24 e em Faro entre 17 e 20.

Doze concelhos dos distritos de Leiria, Castelo Branco, Coimbra e Porto apresentam risco muito elevado de incêndio.

Segundo o IPMA, em risco muito elevado de incêndio estão os concelhos de Vila de Rei, Oleiros (Castelo Branco), Figueiró dos Vinhos, Pedrógão Grande, Castanheira de Pera (Leiria), Miranda do Corvo, Penela, Pampilhosa da Serra, Oliveira do Hospital, Góis (Coimbra), Valongo e Vila Nova de Famalicão (Porto).

O IPMA colocou também sob risco elevado de incêndio vários concelhos dos distritos de Viana do Castelo, Braga, Porto, Aveiro, Viseu, Guarda, Coimbra, Castelo Branco, Leiria e Santarém.

Na segunda-feira, a Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC) registou 84 incêndios que foram combatidos por 900 bombeiros, apoiados por 279 veículos.


Faro sob aviso amarelo

O distrito de Faro está sob aviso amarelo, o terceiro mais grave de uma escala de quatro, devido à previsão de agitação marítima.

De acordo com o IPMA, o distrito de Faro está sob aviso amarelo desde as 06:00 e até às 15:00 desta terça-feira devido à previsão de agitação marítima forte com ondas de sueste com 2 a 2,5 metros.


Radiação ultravioleta

A cidade da Horta, na ilha do Faial, grupo central dos Açores, apresenta risco muito alto de exposição à radiação ultravioleta (UV).

De acordo com o IPMA, também as regiões de Bragança, Braga, Funchal, Guarda, Penhas Douradas, Porto Santo, Sagres, Viseu, Vila Real, Angra do Heroísmo e Ponta Delgada (Açores) apresentam risco alto de exposição à radiação UV.

Para as regiões com níveis muito altos e altos, o IPMA recomenda o uso de óculos de sol com filtro UV, chapéu, t-shirt, guarda-sol e protetor solar e evitar a exposição das crianças ao sol.

De acordo com o IPMA, a radiação ultravioleta pode causar graves prejuízos para a saúde se o nível exceder os limites de segurança, sendo que o índice desta radiação apresenta cinco níveis, entre o baixo e o extremo, com onze.