O Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) elevou este sábado de manhã para 13, o número de distritos em Portugal com "aviso amarelo" face às previsões de tempo quente e vento forte.

Anteriormente, estavam com aviso seis dos 18 distritos do continente devido ao calor.

Os distritos de Évora, Guarda, Faro, Beja, Castelo Branco e Portalegre estão sob ‘aviso amarelo’ devido ao tempo quente, situação que se deverá manter até às 21:00 de domingo.

Por causa do vento moderado a forte e com rajadas até aos 70 quilómetros por hora, estão agora sob ‘aviso amarelo’ os distritos do Porto, Viana do Castelo, Lisboa, Leiria, Aveiro, Coimbra e Braga. Este aviso vai prolongar-se até às 21:00 deste sábado.

Para hoje o IPMA prevê no continente temperaturas a variar entre os 24 graus Celsius em Sagres, distrito de Faro, e os 38 graus em Castelo Branco e Faro.

Para o Funchal estão previstos 28 graus e para Ponta Delgada 25 graus.

Risco "muito elevado" de exposição à radiação UV

Todas as regiões de Portugal continental e a ilha da Madeira apresentam este sábado risco "muito elevado" de exposição à radiação ultravioleta (UV), de acordo com o IPMA.

No arquipélago dos Açores, Angra do Heroísmo, na ilha Terceira, está com risco "elevado" e as ilhas de S. Miguel e do Faial estão com risco "moderado".

Para as regiões com risco "muito elevado", o IPMA recomenda o uso de óculos de sol com filtro UV, chapéu, "t-shirt", guarda-sol e protetor solar, além de desaconselhar a exposição das crianças ao sol.

Os índices UV variam entre 1 e 2, em que o UV é 'baixo', 3 a 5 ('moderado'), 6 a 7 ('elevado'), 8 a 10 ('muito elevado') e superior a 11 ('extremo').