Uma investigadora em dermatologia da Universidade do Michigan, nos Estados Unidos, elencou cinco curiosidades acerca da transpiração. Laure Rittié diz que é preciso recuar até à infância para perceber por que alguém transpira tanto. Se fica incomodado com a água a escorrer pelo corpo, fique a perceber que também traz vantagens. E, ainda, saiba como controlar o suor.

Começa a suar antes de sentir calor

As glândulas do suor começam a trabalhar muito antes de sentir o corpo quente. Se já alguma vez se questionou por que está a transpirar sem estar com calor, saiba que começa a suar muito antes de se sentir quente.

O calor que apanha na infância determina a quantidade de suor em adulto

É um mito achar que o suor é um problema genético. Laure Rittié revela que a transpiração não tem nada de genético. No entanto, o ambiente em que cresce pode ser determinante. Segundo a investigadora, nascemos todos praticamente com a mesma temperatura corporal, mas, se passar os dois primeiros anos de vida em ambientes muito quentes, estas glândulas tendem a desenvolver-se mais.  

O suor ajuda a sarar as feridas

Num dia quente de verão, ver alguém sem o cabelo molhado e manchas de suor nas axilas pode causar inveja, mas, nem tudo é mau para quem transpira muito. As glândulas de suor contribuem para a renovação celular e, por isso, facilitam a cicatrização das feridas.

Se quer suar menos, desligue o ar condicionado

Laure Rittié dá também uma dica para evitar suar tanto. Se passa muito tempo em ambientes com temperatura controlada, torna-se menos tolerante ao calor quando longe do ar condicionado.

Um copo de água fresca é mais eficaz do que gelo

Para quando sente muito calor e está a suar em bica, a melhor solução para baixar a temperatura corporal pode passar por beber água fresca e não aplicar gelo. Enquanto o gelo só arrefece a área circundante, a água fresca acaba por arrefecer o “interior”, a corrente sanguínea, e isso reflete-se no "exterior", explica Laure Rittié na NY MAG.