A PSP constituiu arguida a dona de um ginásio em Santa Maria da Feira, suspeita de ter simulado um assalto ao seu estabelecimento, informou esta segunda-feira aquela força policial.

Segundo a PSP, a empresária apresentou este mês uma queixa na polícia por causa de um alegado furto no interior do ginásio.

A mulher contou que os ladrões teriam entrado no estabelecimento, partindo o vidro da porta de emergência, e levado 17 máquinas de treino físico.

As referidas máquinas estavam apreendidas e a proprietária do estabelecimento era a fiel depositária.

«No decorrer da investigação criminal, as máquinas foram encontradas à venda num armazém em Tomar», diz a PSP, acrescentando que as máquinas foram apreendidas e ficaram depositadas nas instalações da Esquadra Policial de Tomar.

A mulher foi constituída arguida e prestou Termo de Identidade e Residência.