Sem casa, muitos dos sem-abrigo de Lisboa recorrem à Estação do Oriente para dormir. Mas o que vai ficar registado para a posteridade é que vivem realmente nas luxuosas torres de São Rafael e São Gabriel.

Segundo o «Diário de Notícias», os Censos 2011 obrigam a que a pessoa seja recenseada num alojamento familiar, o que exclui a rua ou estações de comboio. Por isso, as 34 pessoas que vivem no Oriente têm de ser incluídos nos edifícios habitacionais mais próximos.

O registo foi feito esta segunda-feira e, apesar de ter ficado inscrito que se tratavam de sem-abrigo, a verdade é que estas pessoas viram-se forçadas a indicar a um alojamento familiar.