A GNR detetou, em 11 dias, 41 infrações por falta de cinto de segurança ou de cadeirinhas em autocarros que transportam crianças durante o verão para a praia.

Em comunicado enviado à Lusa, para fazer o balanço da operação “tempos livres”, a decorrer até 31 de julho, a GNR refere que, entre 8 e 18 de junho, foram fiscalizadas 1.505 viaturas de transporte de crianças, tendo sido detetadas 41 infrações por falta de uso de cinto de segurança ou de cadeirinhas.

A Guarda Nacional Republicana intensifica, até dia 31 de julho, a fiscalização aos transportes coletivos de criança que, nesta altura do ano, se deslocam para os locais de veraneio.

As ações de fiscalização, levadas a cabo por militares da Unidade Nacional de Trânsito e dos diversos comandos territoriais, são direcionadas para os itinerários de acesso às praias, incidindo sobretudo na verificação das condições específicas requeridas para estes veículos e para o uso dos sistemas de retenção por parte das crianças durante o seu transporte.