O Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) deteve esta quarta-feira uma cidadã estrangeira, de 43 anos, suspeita de tráfico de menores de África para a Europa.

Segundo adianta o SEF, durante a investigação foram efetuadas duas buscas domiciliárias na Amadora, tendo sido apreendida diversa documentação, telemóveis e outros indícios da atividade criminosa.

O processo crime - sublinha o SEF - teve origem no posto de fronteira do Aeroporto de Lisboa, em setembro último, quando se verificou a tentativa de fazer entrar em Portugal uma menor de seis anos, vinda de Angola.

A menor vinha acompanhada de uma mulher que afirmava ser sua mãe, sendo porém portadora de passaporte falsificado, razão pela qual lhes foi recusada a entrada em território nacional, recorda o SEF.

Existindo indícios de tráfico de menores, a criança retornou a Luanda acompanhada por elementos do SEF que a entregaram às autoridades angolanas, a quem informaram dos contornos da situação detetada em Lisboa.

No decurso do inquérito aberto pelo Departamento de Investigação e Ação Penal (DIAP) de Lisboa, o SEF efetuou várias diligências de investigação, incluindo troca de informação com as autoridades angolanas e francesas, as quais permitiram identificar a mulher agora detida.

A mulher é ainda suspeita de ter participado em outras situações de entrada e encaminhamento de crianças para a Europa. A arguida será submetida a interrogatório judicial paraa aplicação de medidas de coação.