Linha Saúde 24 evita 25 mil idas às urgências por mês

Serviço completa esta quarta-feira cinco anos

Por: tvi24 / MM    |   25 de Abril de 2012 às 09:55
Um telefonema para a Linha Saúde 24 evita por mês perto de 25 mil deslocações desnecessárias às urgências, tendo as chamadas aumentado e atingido as 210 mil no primeiro trimestre deste ano, revelou o coordenador.

O serviço completa esta quarta-feira cinco anos de existência e, em declarações à Agência Lusa, o coordenador da Linha Saúde 24 (808 24 24 24) fez um balanço positivo, apontando que tem conseguido atingir os objetivos propostos, nomeadamente o aumento do acesso a cuidados de saúde e a redução das idas desnecessárias às urgências hospitalares.

«Da leitura que fazemos dos dados, o número de idas evitadas [às urgências] é de cerca de 20 mil a 25 mil por mês pelo facto de terem ligado para o [serviço Linha] Saúde 24», revelou o enfermeiro Sérgio Gomes.

Do total de pessoas que contactam a Linha Saúde 24, só cerca de 20 por cento é aconselhada a ir às urgências, havendo cerca de 30 por cento de utentes a quem é recomendado o auto-cuidado.

Apontou que cerca de metade do total de utentes que recorrem à Linha admitem que a outra opção seria ir para as urgências e que, após a avaliação dos profissionais clínicos, apenas 30 por cento acaba efetivamente por recorrer às urgências.

«Muitos dos utentes que nos ligam dizendo que iam às urgências ou que iriam ao seu médico, após a avaliação, concordam em ficar a prestar os seus auto-cuidados de acordo com o aconselhamento que realizamos e por vezes também com seguimento de chamadas para percebermos a evolução dos sintomas e se os aconselhamentos que demos foram adequados e suficientes para resolver a situação», explicou o responsável.

De acordo com o coordenador, o número de chamadas tem vindo gradualmente a aumentar e 2009 foi um ano atípico por causa da gripe H1N1 que provocou um número recorde de contactos. «Nós já atendemos cerca de 3,7 milhões de chamadas, com uma distribuição que, em 2007, e considerando que foram só oito meses de chamadas, foi de cerca de 300 mil, em 2008 cerca de 500 mil, 1 200 mil em 2009, 630 mil em 2010, 670 mil em 2011 e já nestes primeiros três meses de 2012 foram atendidas 210 mil chamadas», adiantou.

O enfermeiro Sérgio Gomes acrescentou que a Linha Saúde 24 recebe em média 1 700 chamadas por dia e uma média de 60 mil a 70 mil contactos por mês.

Em relação ao perfil do utilizador da Linha Saúde 24, Sérgio Gomes descreveu-o como jovem, do litoral do país, urbano e ainda maioritariamente feminino. «Temos verificado, principalmente depois da pandemia de 2009, um desvio da faixa pediátrica para a faixa adulta e do idoso, a partir dos 65 anos. A procura a partir dos 30 anos está de facto a aumentar, desde 2010, 2011», apontou, indicando que se trata de um aumento que andará perto dos cinco por cento.

Atualmente os contactos para crianças até aos 18 anos representam 47 por cento, valor que reduziu ligeiramente depois de em 2009 ter alcançado os 56 por cento. «Acreditamos que no futuro o serviço possa ter mais valor acrescentado e assim proporcionar ao cidadão um serviço ainda melhor, mais dirigido às respostas às suas necessidades e também com a mesma acessibilidade», concluiu.
PUB
Partilhar
EM BAIXO: Call-Center da Linha 24 horas
Call-Center da Linha 24 horas

COMENTÁRIOS

PUB
Sócrates passa segunda noite detido na PSP de Lisboa

Cinco horas depois de entrar, o ex-primeiro-ministro saiu do Campus de Justiça, onde foi apenas identificado pelo juiz Carlos Alexandre. Sócrates chegou ao Comando Metropolitano da PSP de Lisboa às 22:26, verificou a TVI no local. Ex-primeiro-ministro vai passar a segunda noite detido e deverá ser ouvido este domingo. José Sócrates foi detido na sexta-feira no aeroporto de Lisboa quando chegava de Paris. É suspeito de crimes de fraude fiscal, branqueamento de capitais e corrupção