O bairro de Alfama foi o vencedor da edição deste ano das Marchas Populares de Lisboa, anunciou esta segunda-feira a Empresa de Gestão de Equipamentos e Animação Cultural (EGEAC).

O segundo lugar foi atribuído à marcha da Penha de França e o terceiro à marcha de Alto do Pina.

Este ano, as Marchas Populares fizeram uma alusão ao 170.º aniversário do nascimento de Rafael Bordalo Pinheiro e ao 50.º aniversário da construção da Ponte Sobre o Tejo (Ponte 25 de Abril).

Segundo a EGEAC, as marchas são avaliadas com uma pontuação de 0 a 20 e em dois momentos, no pavilhão MEO Arena e na Avenida da Liberdade, nas categorias de coreografia, cenografia, figurino, melhor letra, musicalidade, melhor composição original e desfile da avenida.

Por categorias, Alfama, Anto do Pina e Penha de França foram os bairros melhor classificado na coreografia, Alcântara na cenografia e Alcântara, Alto do Pina e Bairro Alto nno figurino.

O título de melhor letra foi arrecadado pela marcha da Madragoa, já na categoria de musicalidade destacaram-se os bairros de Alfama, Alto do Pinae e Penha de França e a melhor composição original foi "Manjerico", de Alfama.

A marcha de Alfama foi a vencedora na categoria de desfile da avenida, informou ainda a EGEAC.

À semelhança de anos anteriores, a 84.ª edição das Marchas Populares de Lisboa contou com a participação 20 marchas em competição: Alto do Pina - vencedora do ano passado -, Alfama, Alcântara, Bela Flor – Campolide, Campo de Ourique, Carnide, Penha de França, Bairro da Boavista, Bairro Alto, Benfica, Ajuda, Madragoa, São Vicente, Bica, Mouraria, Santa Engrácia, Marvila, Graça, Olivais e Lumiar.

As marchas que entraram este ano a concurso foram Campo de Ourique, Penha de França e Bairro da Boavista - esta última participa nas Marchas Populares pela primeira vez -, ocupando o lugar das marchas de São Domingos de Benfica, Beato e Baixa, que participaram no ano passado.

Na Avenida da Liberdade desfilaram também os 32 noivos de Santo António, a marcha infantil “A Voz do Operário” e a marcha dos Mercados, ambas extracompetição, e, como convidados, a marcha popular de Portimão e a dança do dragão da Lo Leong Sport General Association de Macau.