Começou esta segunda-feira o julgamento do ex-ministro da saúde, Correia de Campos, processado por Santana Lopes, que se afirma lesado por artigo de opinião do jornal Público, que remonta ao ano de 2004, noticia a Lusa.

Santana Lopes, na altura primeiro-ministro, considera que o ex-ministro do Governo de José Sócrates, o lesou moral e materialmente e por isso exige uma indemnização no valor de 150 mil euros.

O artigo de opinião ficcional relata o sonho de umas férias que o na altura primeiro-ministro queria ter, mas para as quais não tinha recursos.

Teixeira da Motta, advogado do Público, informou que o julgamento começou hoje de manhã no Palácio da Justiça e terá continuidade na terça-feira, com a audição das testemunhas.

A favor de Correia de Campos testemunharam Mário Soares, Pacheco Pereira, Maria João Avillez, José Manuel Fernandes, Luis Braga da Cruz, Miguel Galvão Telles, Gomes Canotilho, Vera Jardim e Rui Guimarães.

Do lado de Santana Lopes testemunham Luis Delgado, João Paulo Velez, Inês Dentinho, José Bouza Serrano e duas das secretárias do ex-primeiro-ministro.