O Secretário Regional Adjunto da Presidência para os Assuntos Parlamentares dos Açores pediu “o agendamento urgente” das audições da Secretária Regional da Solidariedade Social e do Secretário Regional da Saúde na Comissão Permanente de Assuntos Sociais, esta quinta-feira. As audições foram solicitadas na sequência da reportagem da TVI sobre maus tratos na Santa Casa da Misericórdia de Ponta Delgada. 

Numa nota divulgada esta quinta-feira, o gabinete do secretário regional solicita “o agendamento urgente de audição da Senhora Secretária Regional da Solidariedade Social e do Senhor Secretário Regional da Saúde na Comissão Permanente de Assuntos Sociais”, referindo que o tema é “a qualidade da Rede de Cuidados Continuados da Região Autónoma dos Açores”.

O Governo dos Açores afirmou que “considera imprescindível reforçar, desde logo, junto do Parlamento, a informação sobre as medidas que já tomou, as medidas que está a tomar e as medidas que tem programadas tomar no futuro” sobre a qualidade desta rede de serviços.

Na sequência da reportagem da TVI, também o grupo parlamentar do PS/Açores anunciou que quer chamar à Comissão Permanente de Assuntos Sociais o Provedor da Santa Casa da Misericórdia de Ponta Delgada e a coordenadora da Rede Regional de Cuidados Integrados.

O requerimento a solicitar as audições foi entregue esta quinta-feira na Assembleia Legislativa da Região Autónoma dos Açores e tem caráter de urgência.

O PS quer ouvir José Francisco Silva e Margarida Moura e, a estes, juntam-se Rui Luís, Secretário Regional da Saúde, e Andreia Cardoso, Secretária Regional da Solidariedade Social.

Na primeira parte do Repórter TVI, transmitida esta quarta-feira, ficamos a conhecer denúncias de maus tratos numa das mais conceituadas instituições sociais do país, a Santa Casa da Misericórdia de Ponta Delgada, perante a aparente passividade do Governo Regional dos Açores.

A segunda parte da reportagem é transmitida esta quinta-feira no Jornal das 8 da TVI.