O Governo vai disponibilizar meio milhão de euros, provenientes das verbas dos jogos sociais da Santa Casa da Misericórdia, para as vítimas de tráfico de seres humanos.

A formalização dos novos apoios financeiros é realizada na terça-feira, pelas 11:00, na Assembleia da República, com três entidades que desenvolvem trabalho na área do Tráfico de Seres Humanos.

Este montante, proveniente das verbas dos jogos sociais afetas à área da Igualdade de Género, destina-se a reforçar e a garantir a proteção e a assistência às vítimas de tráfico, em 2014.

A Associação Para o Planeamento da Família, a Saúde em Português e a Associação de Apoio à Vítima são as entidades beneficiárias deste novo apoio financeiro.

Além de custear a sustentabilidade das equipas multidisciplinares especializadas para a assistência a vítimas de tráfico de seres humanos, os apoios permitirão a manutenção do funcionamento do Centro de Acolhimento e Proteção para vítimas de tráfico de seres humanos do sexo masculino, garantindo o acolhimento de homens vítimas, e a criação de um novo Centro de Acolhimento e Proteção para mulheres vítimas de tráfico.

Este financiamento garantirá o trabalho das equipas multidisciplinares, que permite intervenção descentralizada e especializada na identificação e assistência a vítimas de tráfico de seres humanos, e reforçará a capacidade de acolhimento e proteção destas vítimas.

A Comissão para a Cidadania e a Igualdade de Género, coordenadora do Plano Nacional Contra o Tráfico de Seres Humanos, e as entidades competentes da Segurança Social procederão ao acompanhamento e verificação da correta aplicação dos apoios.