Filipe Diogo, o jovem de 14 anos que foi encontrado morto esta quinta-feira, em Salvaterra de Magos, morreu depois de ser atingido com uma barra de ferro na cabeça, segundo apurou a TVI junto de fonte policial. O suspeito do crime confessou o crime às autoridades depois de longas horas de interrogatório. 

O jovem foi encontrado já sem vida numa poça de sangue com ferimentos no crânio, numa arrecadação de um prédio de quatro andares, em Salvaterra de Magos, próximo da casa onde vivia com a avó. .

Ao que a TVI apurou a arma do crime já foi apreendida pelas autoridades. 

Fonte policial adiantou ainda que suspeito do crime confessou o crime às autoridades, prestando "informações relevantes" sobre o local onde estava o corpo. Os indícios encontrados no local indicam que o jovem foi morto no apartamento e depois transportado para a arrecadação. 

A mesma fonte adiantou que os motivos que levaram à morte do jovem estão ainda em investigação, mas que não estão relacionados com tráfico de droga.

O único suspeito do crime, um jovem de 17 anos foi detido esta quinta-feira  e chegou depois das 14:00  ao tribunal de Santarém, onde vai ser ouvido por um juiz de instrução criminal.

A mãe do menor participou o desaparecimento no posto da GNR de Salvaterra de Magos, distrito de Santarém, na terça-feira, pelas 14:00, confirmou a TVI. A GNR e a PJ iniciaram de imediato as buscas para encontrar o jovem.  

Ao fim de três dias de buscas e depois de vários apelos no Facebook feitos pela mãe do menor, Filipe Diogo foi encontrado sem vida.