Segundo a fonte, a arma consta no sistema de informação Schengen como tendo sido furtada há cerca de um ano, de uma habitação na Póvoa de Varzim.

“Em termos de armas de caça, pode-se dizer que se trata de um topo de gama”, acrescentou.

A arma foi detetada no rio por um grupo de pescadores e para o seu resgate a GNR mobilizou para o local uma equipa especializada neste tipo de operações, proveniente de Lisboa.

A fonte garantiu que a caçadeira “está operacional”. “Se se meter um cartucho lá dentro, a arma dispara”, referiu.