A nova reforma do mapa judiciário está no terreno há um mês, mas o crash informático deixou os tribunais a cumprir serviços mínimos.  Uma equipa de repórteres da TVI passou as últimas semanas em vários tribunais portugueses e testemunhou uma verdadeira situação caótica. 

VEJA AQUI A REPORTAGEM NA ÍNTEGRA

Uma paragem de um mês nos processos pode atrasar uma decisão por 5 anos. 
 
Mais do que transtornos pelos quais a ministra veio pedir desculpas, a Justiça está em «estado de citius». A Justiça, que é feita para as pessoas, está precisamente a penalizá-las mais, porque é precisamente o cidadão quem mais está a sofrer com a paralisação dos tribunais.

Nesta reportagem, ouvimos as vítimas do Citius: mães que não conseguem reclamar pensões de alimentos para os filhos, pessoas que foram alvo de penhoras ilegais e agora não têm forma de reagir.

O Citius está parado há mais de 30 dias e ainda não há prazo para ressuscitar.