A queda de um muro e de uma escadas junto a um prédio, na Avenida José Afonso, no Seixal, obrigou à retirada de moradores. A informação foi confirmada à TVI pelo presidente da Junta de Freguesia, António Oliveira dos Santos. 

António Oliveira dos Santos garantiu que o incidente não provocou feridos, "apenas danos materiais".

Tudo terá acontecido por volta das 12:00. 

Em declarações à Lusa, fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Setúbal explicou que na origem deste acidente esteve uma rotura numa conduta de água.

A Câmara Municipal anunciou já ao início da noite que os moradores podiam regressar às suas habitações, garantindo que estão asseguradas as condições de segurança.

O município refere em comunicado que, “após avaliação elaborada pelos técnicos da autarquia, em articulação com um técnico da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade Nova de Lisboa e bombeiros, verificou-se que estão asseguradas as condições de segurança e sustentabilidade do edifício junto do muro”.

Assim, desde as 21:00 que os moradores podem regressar a casa.

O município, presidido por Joaquim Santos (CDU), esclarece que “a queda do muro, esta manhã, decorreu de uma intervenção, realizada por uma empresa particular, num prédio na Praceta Pedro Fernandes de Queiroz, que consistia na substituição da canalização de abastecimento de água ao referido prédio”.

Desta intervenção resultou a rotura de uma conduta na rede de abastecimento público de água e consequente queda do muro”, explica a autarquia, adiantando que os moradores foram retirados do edifício “para avaliação das condições de segurança e sustentabilidade do mesmo”.

Na mesma informação, o município acrescenta que pelas 21:00 estavam “a ser elaborados trabalhos técnicos junto do edifício e limpeza da via, para que a circulação seja reposta em segurança e com maior brevidade possível”.