A PSP do Porto anunciou a detenção de 26 indivíduos em 24 horas, 11 dos quais por suspeitas de vários roubos de cobre e assaltos a residências, que causaram prejuízos superiores a um milhão de euros.

Em comunicado, a PSP informou que os detidos, residentes em Ermesinde, já se encontravam referenciados pela polícia desde janeiro.

De acordo com a PSP, foram apreendidas mais de 20 toneladas de cobre, dois automóveis e várias peças de mobiliário, eletrodomésticos e equipamento informático.

A PSP informou ainda que foram identificados e constituídos arguidos oito outros indivíduos ligados aos roubos de cobre.

No âmbito desta operação, que decorreu entre a manhã de quarta-feira e hoje, a PSP deteve também um homem de 42 anos, por suspeitas de violência doméstica.

O detido, residente em Vila Nova de Gaia, terá ameaçado a companheira e a filha menor de idade com uma faca, que lhe foi apreendida pelas autoridades.

Foram ainda detidos 14 outros indivíduos, cinco por mandado policial, três por conduzirem alcoolizados, três por conduzirem sem carta, dois por tráfico de droga um outro por posse de arma proibida.

No comunicado da PSP, a polícia refere ainda ter «intercetado» dois outros indivíduos por suspeitas de tentativa de roubo de baterias na Via Central de Milheirós, em Águas Santas.

A PSP acrescenta que os suspeitos se encontravam junto a uma viatura de mercadorias e «tentaram colocar-se em fuga», a pé, depois de verem que uma patrulha se deslocava para o local.

De acordo com a polícia, os dois homens, de 20 e 23 anos, foram intercetados pelas 02:30, sendo que lhes foi apreendida uma bateria do camião de transportes de mercadorias e uma ferramenta para a remoção da mesma.

Os detidos serão hoje presentes ao Tribunal de Instrução Criminal do Porto.