A PSP de Lisboa anunciou hoje a detenção de dois taxistas, de 42 e 54 anos, suspeitos do crime de especulação, após terem cobrado valores superiores ao permitido num serviço a turistas entre o aeroporto e hotéis da cidade.

A Divisão de Segurança Aeroportuária apreendeu também as viaturas dos suspeitos, segundo um comunicado da PSP, que adianta que os detidos foram notificados para comparecerem nos Juízos de Pequena Instância Criminal de Lisboa, para julgamento em processo sumário.

Esta foi a segunda vez esta semana que a PSP anunciou a detenção de taxistas.

Na segunda-feira a PSP anunciou a detenção de outros quatro motoristas de táxi, também pelo crime de especulação contra turistas que se deslocavam entre o aeroporto e os hotéis onde ficaram alojados.

No comunicado hoje difundido, a polícia sublinha que «realiza um trabalho constante no combate ao crime de especulação, pelo prejuízo que esta prática representa para a economia nacional e para a imagem» dada aos turistas e aconselha todos os cidadãos que escolhem o táxi para se deslocarem a «requerer a respetiva emissão de fatura pelo serviço prestado e, em caso de dúvida, a comparência ou denúncia do ocorrido junto da PSP».