O ambiente no bairro da Ameixoeira, na Alta de Lisboa, onde terça-feira ficaram feridos três polícias e duas civis após um tiroteio, voltou à normalidade, tendo a PSP desmobilizado os agentes que estavam no local. Não existem, para já, detidos nem suspeitos dos disparos.

Segundo adiantou hoje ao início da manhã à agência Lusa fonte do Comando Metropolitano de Lisboa, a Rua António Vilar, onde se registou a troca de tiros e que esteve cortada ao trânsito nos dois sentidos, foi reaberta, enquanto os feridos se mantêm internados no Hospital de Santa Maria, permanecendo a sua situação atual igual às últimas informações prestadas pelo porta-voz da PSP.

A mesma fonte remeteu para mais tarde informações mais detalhadas sobre os acontecimentos do final do dia de terça-feira.

Os três agentes da PSP foram feridos quando tentavam pôr cobro aos confrontos entre famílias no bairro da Ameixoeira, Alta de Lisboa, nos quais foram ainda feridas duas mulheres.

Os três polícias baleados estão fora de perigo e as duas mulheres civis, igualmente feridas, estão estabilizadas, disse à Lusa fonte da PSP.

No bairro foi montado na terça-feira à noite um perímetro de segurança local para a Polícia Judiciária proceder à recolha de vestígios, uma vez que a investigação está agora a seu cargo.

Foi recolhida uma caçadeira, embora não tenham informação de que seja uma arma envolvida nos confrontos.