A PSP de Bragança deteve um indivíduo por condução perigosa que estava armado, alcoolizado e conduzia sem carta.

De acordo com as Relações Públicas do Comando Distrital de Bragança da PSP, a detenção ocorreu na terça-feira, depois de a polícia ter sido alertada para a condução perigosa de um condutor na via pública, através de uma chamada telefónica.

Os agentes intercetaram e detiveram o condutor, de 46 anos de idade, natural de Alfândega da Fé e residente em Bragança, «o qual tinha na sua posse uma arma de fogo (pistola) adaptada ao calibre 6,35 mm, carregada com uma munição, sem que possuísse licença de uso e porte de arma», de acordo com a fonte, citada pela Lusa.

Segundo ainda a PSP, «ao ser submetido ao teste de pesquisa de álcool no sangue, o homem acusou uma taxa de 2,66 gramas por litro», um valor que constitui crime.

Os agentes descobriram ainda que o indivíduo «não possuía carta de condução ou equivalente que o habilitasse a conduzir veículos automóveis».

No mesmo dia, a PSP deteve, mas na cidade de Mirandela, também no distrito de Bragança, um menor de 16 anos por tentativa de furto a um ourives.

O suspeito, natural de Vinhais e residente em Chaves, entrou na residência da vítima, escalando um muro e arrombando a porta, e «só não conseguiu concretizar o assalto porque o proprietário estava em casa e moveu-lhe uma perseguição até ser intercetado pela PSP».

O detido está indiciado por vários crimes do mesmo género em Chaves e, na altura do assalto em Mirandela, estaria acompanhado de mais dois indivíduos, que conseguiram escapar, embora estejam identificados, segundo ainda a polícia.

Já hoje, à hora de almoço, a PSP de Bragança deteve uma mulher de 45 anos por desobediência, já que se encontrava a conduzir com a carta apreendida.

Desde o início do ano, a PSP já procedeu, na sua área de intervenção, as cidades de Bragança e Mirandela, à detenção em flagrante delito de 24 cidadãos pela prática de diversos tipos de crime.