O projeto «Um Dia Pela Vida» chega pela primeira vez a São Miguel, Açores, onde durante mais de três meses serão realizadas campanhas de angariação de fundos para prevenção e rastreio do cancro e para promover estilos de vida saudáveis.

«Vamos constituir equipas para angariar fundos para a Liga, mas não só, porque este projeto pretende trabalhar com a comunidade e pela comunidade e tem como grande objetivo informar e educar para a área da prevenção», disse Elvira Pimentel, responsável local do projeto, em declarações à Lusa.

O projeto nasceu nos EUA na década de oitenta e a partir daí estendeu-se a mais de 26 países. Em 2005, a Liga Portuguesa Contra o Cancro aderiu a este projeto.

Esta será, assim, a 46.ª edição em Portugal, 3.ª nos Açores e 1.ª na ilha de São Miguel do projeto «Um Dia Pela Vida», que se desenvolve no âmbito do programa internacional da American Cancer Society «Relay For Life».

A iniciativa já se realizou na ilha Terceira e arranca pela primeira vez em São Miguel a partir de sábado, dia do lançamento oficial, numa sessão marcada para o Centro de Estudos Natália Correia, na Fajã de Baixo, concelho de Ponta Delgada, pelas 18:30.

Segundo Elvira Pimentel, da delegação de São Miguel do Núcleo Regional dos Açores da Liga Portuguesa Contra o Cancro, o projeto vai durar entre três a quatro meses, envolvendo todos os concelhos da ilha de São Miguel. A promoção de estilos de vida saudáveis, junto de todas as faixas etárias, vai fazer parte de todo o período em que decorrerá a iniciativa.

«Um Dia Pela Vida» tem como principais objetivos informar, educar e angariar fundos por «uma causa tão nobre com três mensagens: celebrar os sobreviventes e vencedores do cancro, recordar aqueles que infelizmente partiram e lutar com veemência até que se encontre a cura», frisou.

De acordo com a responsável, a adesão excedeu as expetativas, pelo que a iniciativa vai decorrer «numa freguesia por concelho, apostando na saúde escolar e no ensino», ao mesmo tempo que serão angariados fundos para a luta contra o cancro.

Atividades desportivas, festas, teatro e música são algumas das atividades que serão desenvolvidas, a par da organização de jantares, caminhadas e espetáculos para angariação de fundos.