A candidatura de António Costa informou esta quinta-feira que aceitou a proposta de regulamento, datas e regras apresentada pelo Presidente da Comissão Eleitoral das primárias, Jorge Coelho, com debates televisivos a 05, 09 e 23 de setembro.

De acordo com a candidatura do autarca lisboeta, os debates entre António Costa e o atual secretário-geral do PS, António José Seguro, terão a duração de 35 minutos.

«Esta não era a nossa proposta mas aceitamo-la com o intuito de se chegar a um entendimento», refere a candidatura de António Costa, em comunicado.

António José Seguro e António Costa disputam a 28 de setembro eleições primárias para escolher o candidato do PS a primeiro-ministro.

No comunicado, a candidatura de Costa salienta que sempre tem defendido «o respeito da autonomia das federações».

«Por isso nos opusemos a que as eleições e congressos federativos se sobrepusessem ao processo das primárias. Por isso propusemos várias datas para que os debates das primárias se iniciassem após dia 06, quando se encerram as eleições federativas», refere ainda o texto, considerando que as eleições federativas - marcadas para 05 e 06 de setembro - «assentam em pressupostos, propostas, protagonistas próprios cuja autonomia deve ser preservada e respeitada como um dos pilares da democracia interna no PS».

«A realização do primeiro debate dia 05 não é por isso a melhor solução, mas a solução possível, que aceitamos a benefício de um consenso», conclui o comunicado.

De acordo com o regulamento das primárias estava definido que, «sem prejuízo de quaisquer iniciativas de debate que venham a ser livremente acordadas pelas candidaturas, a Comissão Eleitoral assegura junto dos meios de comunicação nacional a realização de, pelo menos, três debates públicos televisivos entre os candidatos, durante o período destinado à campanha eleitoral».

Seguro prefere que os debates comecem a 8 de setembro

A candidatura de António José Seguro às primárias do PS propôs o dia 08 de setembro para a realização do primeiro debate com António Costa, realizando-se os seguintes nas datas acordadas, 09 e 23 de setembro.

«Da nova proposta apresentada, conclui-se que António José Seguro não tem disponibilidade para debater antes do dia 05 de setembro, recusando por isso as datas do dia 03 e do dia 04 de setembro, propostas na reunião de segunda-feira. O dia 05 de setembro é uma sexta-feira, um dos dias da semana com menor audiência televisiva. Pior, no dia 5 de setembro realizam-se eleições para os presidentes das federações do PS, funcionando a maior parte das assembleias de voto durante o previsível horário do debate», diz missiva enviada à Lusa pela candidatura de Seguro.

No texto, assinado por João Proença, diretor de campanha da candidatura de António José Seguro, é dito que foi solicitada à Comissão Eleitoral das primárias «urgência na fixação definitiva da data do primeiro debate, dado que as restantes já estão fixadas, para que este processo não prejudique mais a agenda e o planeamento» da campanha de esclarecimento.

João Proença, diretor de campanha de Seguro, sublinha que a candidatura do secretário-geral socialista considera que 45 minutos de debate "é o tempo mínimo aceitável para esclarecer os portugueses", embora o acordado tenha sido 35 minutos.