O Tribunal da Feira condenou a uma pena suspensa de quatro anos de prisão o ex-presidente da Junta de Freguesia de Canedo, Santa Maria da Feira, que estava acusado de usar dinheiro da autarquia para uso pessoal, informou esta sexta-feira a página da Procuradoria-Geral Distrital do Porto.

Manuel Jesus, eleito pelo PSD, que renunciou ao mandato em março de 2011, após ter sido constituído arguido pelo Ministério Público (MP), estava acusado por um crime de peculato agravado e dois de falsificação de documentos.

Segundo a Procuradoria, o tribunal deu como provado que o ex-autarca utilizou em próprio proveito recursos financeiros da autarquia no montante global de 4.871 euros, abastecendo de combustível o seu automóvel e pagando pneus para o mesmo.

O ex-autarca foi condenado a uma pena única de quatro anos de prisão, suspensa na sua execução por igual período, condicionada ao pagamento de 500 euros, no prazo de três meses, a uma associação humanitária de bombeiros voluntários.

O arguido terá ainda de devolver ao Estado os 4.871 euros, estando o pagamento desta quantia garantido pelo arresto de um prédio pertencente ao ex-autarca, anteriormente determinado no processo a requerimento do MP.