Um avião da Portugália que fazia a ligação entre Lisboa e Bordéus, França, foi obrigado a divergir para o aeroporto do Porto devido a «problemas técnicos», disse à Lusa fonte da ANA - Aeroportos de Portugal.

«O voo teve de divergir para o Porto e, quando assim acontece, tratando-se de uma aterragem não planeada, o aeroporto entra em prevenção» alertando nomeadamente os bombeiros para qualquer eventualidade, explicou Rui Oliveira, porta-voz da empresa.

O responsável salientou que a aterragem «correu muito bem» e que os 35 passageiros e cinco tripulantes do avião «estão na aerogare a aguardar instruções da Portugália».

Segundo explicou à Lusa, esta é «uma situação normal nos aeroportos, assim que há algum aviso nos ‘cockpit’, os comandantes aterram no aeroporto mais próximo».

«Foi o que aconteceu. O comandante pediu para aterrar, devido a problema técnicos, e o aeroporto, nestes casos, entra sempre em prontidão», sintetizou.