O Ministério Público acusou 40 pessoas, estando 13 delas em prisão preventiva – medida de coação mais gravosa – por tráfico de droga nos distritos do Porto e Braga, informou esta quinta-feira a Procuradoria-Geral Distrital do Porto.

De acordo com a nota publicada no site oficial, a Procuradoria referiu que os factos aconteceram de 2014 a 2015 e envolvem seis redes de tráfico de droga.

“Operavam nas localidades da Trofa, Vila Nova de Famalicão, Santo Triso e Grande Porto”, frisou.

Os alegados traficantes distribuíam droga por esses locais, nomeadamente cocaína e heroína, a pequenos traficantes e consumidores, acrescentou.

Dos 40 detidos, 34 estão acusados de um crime de tráfico de droga agravado, seis por tráfico de estupefacientes e nove por detenção ilegal de arma, revelou a Procuradoria-Geral Distrital do Porto.