Quatro inspetores da PJ são acusados de crime de tortura, avança o diário «As Beiras».

Um inspetor-chefe e três inspetores da Secção Regional de Investigação do Tráfico de Estupefacientes da Diretoria do Centro da Polícia Judiciária foram recentemente acusados da prática de «um crime de tortura e outros tratamentos cruéis, degradantes ou desumanos graves».

De acordo com o diário, os quatro arguidos incorrem numa pena que pode ir até 12 anos, caso os crimes sejam provados