Foram detidos cinco homens entre os 40 e os 69 anos,no aeroporto de Lisboa pela suspeita de crime de especulação cometido no transporte de turistas, segundo um comunicado da PSP.

As detenções ocorreram entre entre sábado e quarta-feira, pelo Comando Metropolitano de Lisboa da Polícia de Segurança Pública, através da Divisão de Segurança Aeroportuária e da 1ª Divisão Policial e "foram consumadas quando os condutores foram intercetados após a cobrança excessiva do serviço de transporte de aluguer". 

Um dos condutores cobrou em excesso 80 cêntimos por suplemento de bagagem a um turista, numa viagem entre o Aeroporto Humberto Delgado até uma unidade hoteleira. O valor a pagar seria de 1,60 euros, tendo ficado a 2,40 euros. Neste serviço é constatada uma alteração nos valores dos suplementos de transporte de bagagem fixados em regulamentação própria.

Outro condutor cobrou a mais 2,20 euros a um turista, numa viagem de táxi entre o Aeroporto Humberto Delgado até à Avenida da Liberdade, em Lisboa. O custo desta viagem, em tarifa diurna e registado no taxímetro seria de 16,80 euros, tendo ficado num total de 19 euros.

Numa outra viagem realizada entre o Aeroporto Humberto Delgado e a Rua de S. Paulo, a quantia pedida em excesso não foi tão modesta como nos casos anteriores. 10,55 euros, foi este o valor acrescentado ao registado no taxímetro. Uma viagem com o preço de 14,45 euros ficou ao turista em 25 euros.