A Polícia Judiciária, através do Departamento de Investigação Criminal de Aveiro, identificou e deteve um homem suspeito de ter abusado sexualmente de uma menina de oito anos de idade, sua vizinha e neta de um familiar.

De acordo com a PJ, “os indícios até ao momento colhidos apontam no sentido de os abusos sexuais terem perdurado regularmente, desde há alguns meses até data recente”, sendo a vítima neta de um familiar e sua vizinha.

O comunicado da PJ dá conta de que o suspeito, que vive sozinho, “aproveitou a circunstância de convívio com a família da criança para a sujeitar a atos sexuais de relevo, de índole diversa, sendo que em algumas ocasiões fotografou e filmou essas práticas com o telemóvel”.

Para lograr a concretização desses seus desígnios libidinosos”, refere a polícia, o suspeito “aproveitou também a imaturidade da criança, aliciando-a com contrapartidas materiais”.

O detido, um vigilante com 57 anos, que vai ser presente às Autoridades Judiciárias para primeiro interrogatório judicial e aplicação das medidas de coação tidas por adequadas.