A Polícia Judiciária (PJ) não recolheu «qualquer indício» que aponte para crime no caso do homem que, no domingo, morreu carbonizado no interior de uma viatura em Barcelos, informou esta segunda-feira à Lusa fonte daquela força policial.

A fonte ressalvou que as investigações ainda continuam, sendo necessário esperar pelos resultados da perícia à viatura e da autópsia à vítima.

«Ainda está tudo em aberto, mas não recolhemos qualquer indício que aponte para crime», sublinhou.

O cadáver de um homem foi encontrado no domingo, completamente carbonizado, no interior de uma viatura, numa zona de mato, nos limites das freguesias de Vila Seca e Fornelos, em Barcelos.

O corpo foi encontrado cerca das 20:30, depois de um popular ter dado o alerta para um incêndio florestal.

Os bombeiros extinguiram as chamas e detetaram o cadáver dentro do carro, no lugar do condutor.

Na altura, não foi possível apurar se se tratava de um homem ou de uma mulher, porque o corpo estava «completamente carbonizado».