A Polícia Judiciária (PJ) deteve, esta terça-feira, dois homens suspeitos dos crimes de sequestro agravado, roubo, ameaças e detenção de armas proibidas, anunciou esta polícia de investigação criminal.

Os detidos têm 34 e 40 anos, os supostos crimes ocorreram no primeiro semestre deste ano e visavam recuperar uma suposta dívida que a vítima – um homem – tinha com os dois detidos, refere um comunicado da PJ.

Fonte desta polícia de investigação criminal disse à Lusa que as detenções ocorreram no concelho de Lisboa.

Acrescentou que os detidos são suspeitos de, em abril último, terem sequestrado – primeiro com recurso a violência (sequestro agravado) e, dois dias, depois voltaram a sequestrar (sequestro) – um homem que lhes devia dinheiro.

As detenções foram efetuadas pela Unidade Nacional Contra Terrorismo (UNCT), na sequência de uma investigação tutelada pelo Departamento de Investigação e Ação Penal (DIAP) de Oeiras e os detidos vão ser apresentados às autoridades para primeiro interrogatório judicial e aplicação das medidas de coação.