A Polícia Judiciária (PJ) apreendeu 2,4 quilogramas de cocaína no aeroporto de Lisboa e deteve dois homens, de nacionalidade estrangeira, no âmbito de uma operação conjunta com a Polícia Nacional de Espanha (UDYCO Corunha).

Em comunicado divulgado esta terça-feira, a PJ explica que, em Espanha, onde decorreu outra operação em simultâneo, foram detidos mais 10 suspeitos e realizadas sete buscas domiciliárias, que permitiram a apreensão de produto de corte e outros objetos relacionados com o tráfico de droga, além de diversas automóveis.

Os suspeitos detidos em Espanha ficaram todos em prisão preventiva. Os dois detidos em Portugal, empresários de 51 e 32 anos, estão também em prisão preventiva após o interrogatório judicial.

Segundo uma informação da Unidade Nacional de Combate ao Tráfico de Estupefacientes da PJ, o modus operandi da organização agora desmantelada consistia no transporte de grandes quantidades de cocaína do Brasil para Lisboa em avião comercial, seguindo viagem por via terrestre para a Corunha.

A organização adotava medidas de segurança ao viajar, usando veículos «batedores» e veículos com esconderijos para dissimulação da droga, adianta a PJ, que realça a cooperação internacional mantida com as Autoridades de Espanha, cujo objetivo é prevenir a utilização do território português como plataforma para a introdução de droga na Europa.