A Polícia Judiciária (PJ) da Guarda anunciou hoje a detenção, em Seia, de um homem de 24 anos, por suspeita de um crime de condução perigosa de veículo e de três crimes de homicídio na forma tentada.

O Departamento de Investigação Criminal da PJ da Guarda refere, em comunicado, que os crimes ocorreram ao início da manhã de sexta-feira, na localidade de Seia, e que as vítimas «foram os próprios progenitores do detido» e um amigo do casal.

Segundo a fonte, os factos ocorreram quando todos se deslocavam no interior de uma viatura automóvel conduzida pelo detido e no contexto de uma discussão «gerada entre si e os seus progenitores».

No seguimento da discussão, indica a PJ, o jovem terá desenvolvido «uma inopinada ação de condução em velocidade excessiva, por apertados caminhos de montanha, em terra batida e sem as necessárias condições de estabilidade, a qual culminou com o repentino direcionamento do mesmo veículo para uma longa ribanceira, de acentuada inclinação».

A manobra, é indicado na nota, «só por manifesto acaso» não terá originado «lesões mais graves em todos os ocupantes» da viatura, «inclusive com a forte possibilidade de perda de vida por parte de todos eles».

O detido, sem qualquer profissão definida, foi presente a primeiro interrogatório judicial, tendo ficado sujeito à obrigação de apresentações semanais às autoridades policiais da sua área de residência.