A Polícia Judiciária (PJ) deteve em Abrantes, em flagrante delito, um homem de 45 anos suspeito da prática dos crimes de burla informática, acesso ilegítimo e detenção de dispositivos ilícitos, entre outros, através do método de cardsharing.

Em comunicado, a PJ refere que, na operação de buscas, constatou-se que o suspeito "tinha diverso equipamento informático e eletrónico ligado, a aceder e a partilhar conteúdos de televisão e internet, sem que para isso estivesse legitimado e autorizado, tendo esse equipamento sido apreendido e o suspeito detido".

Segundo a PJ, o homem, "casado e engenheiro de TIC (Tecnologias de Informação e Comunicação), mantinha em funcionamento uma estrutura própria, ilícita, de disponibilização do serviço protegido de TV, instalando equipamentos especialmente adulterados para a receção do sinal codificado e disponibilizando os acessos a um número assinalável de clientes, recebendo os pagamentos acordados", uma atividade que desenvolvia na zona de Abrantes.

O suspeito vai ser presente às autoridades judiciárias competentes para interrogatório, pode ler-se na mesma nota.