A Polícia Judiciária (PJ) anunciou esta sexta-feira a detenção, no concelho da Guarda, de um casal, com 31 e 34 anos, pela alegada prática dos crimes de sequestro, escravidão, tráfico de pessoas e utilização de menor na mendicidade.

O Departamento de Investigação Criminal da PJ da Guarda refere, em comunicado, que os detidos estão «fortemente indiciados pela autoria dos crimes de sequestro, escravidão e tráfico de pessoas, de forma continuada, durante aproximadamente dois anos, tendo como vítima, pelo menos, um homem de 33 anos».

Segundo a fonte, «para além da exploração reiterada da vítima, nomeadamente em tarefas de natureza agrícola, a mesma era também forçada pelos suspeitos à prática de mendicidade de rua, acompanhada, para o efeito, por um filho menor dos mesmos, de apenas três anos».

A PJ explica na nota que «ao fim de várias tentativas frustradas de fuga», a vítima conseguiu contactar a polícia «que desenvolveu de imediato todas as diligências necessárias à sua libertação e à localização e detenção dos suspeitos».

Os detidos vão ser presentes a primeiro interrogatório judicial para aplicação de eventuais medidas de coação.