A Diretoria do Norte da Polícia Judiciária (PJ) anunciou esta quarta-feira a detenção de mais dois homens suspeitos de pertencerem ao grupo responsável por uma série de assaltos à mão armada a estabelecimentos comerciais, principalmente áreas de serviço em autoestradas.

Em comunicado, a PJ acrescenta que o desmantelamento do grupo começou a 27 de maio na sequência de mais um assalto numa área de serviço em Vila Nova de Famalicão. Aí houve mesmo uma troca de tiros com os assaltantes, tendo sido detidos três elementos em flagrante delito.

Posteriormente, um outro elemento foi detido na Galiza, onde procurou assistência hospitalar a ferimentos sofridos na referida troca de tiros com a PJ.

No dia 7 deste mês, a PJ já tinha detido outros dois suspeitos.

Com os dois agora detidos, a PJ diz ter apanhado "todos os intervenientes" nos violentos assaltos.

Os agora detidos foram presentes às competentes autoridades judiciárias, tendo-lhes sido aplicada a prisão preventiva, medida de coação a que se encontram igualmente sujeitos os restantes coautores.