A Polícia Marítima apreendeu na praia de Pedrógão 352 quilogramas de pescado da espécie “biqueirão”, que está proibido por lei, e distribuiu o arresto por sete instituições de solidariedade social, informou hoje esta força.

A apreensão foi feita durante uma ação de fiscalização do comando da Nazaré da Polícia Marítima, na passada quarta-feira à tarde.

“No decorrer desta ação de fiscalização, que tinha como objetivo reprimir atividades ilegais relacionadas com captura de peixes cuja pesca esteja proibida, foi detetada esta situação ilegal, por uma ‘companha’ de arte de xávega que tinha o pescado acondicionado em caixas, e preparado para distribuição”, segundo um comunicado da polícia marítima.

O pescado apreendido após ter sido inspecionado pelo veterinário da Câmara da Nazaré “foi doado” ao Centro Cénico e de Bem Estar Social de Cela, Santa Casa da Misericórdia e Paróquia, de Alfeizerão, Associação Bem Estar e Ocupação de Tempos Livres, de Pataias, e Centro Bem-Estar Social de Maiorga, no concelho de Alcobaça, Fundação Manuel Francisco Clérigo, de São Martinho do Porto, e ainda ao Centro Social de Valado dos Frades, do concelho da Nazaré.