Hoje fomos a um restaurante conhecido pelos locais e frequentado por algumas figuras do futebol e vida artística. Fica perdido no meio das vinhas no Poçeirão. E chama-se Pescador.

Aqui come-se só peixe, nem marisco aparece. Apenas o melhor dos mares de Setúbal e por preços que rondam os 9 euros.

É estranho ir ao campo para comer o mar? Nem por isso.

Quando lá entrámos fomos surpreendidos por uma mesa especial,  que está reservada todos os dias por um cantor nacional que até tem pratos personalizados.  À mesa do Toy estava o ex-líder dos Heróis do Mar, Rui Pregal da Cunha; o director do Sporting e velha glória do Setúbal, Octavio Machado; e Leonor Freitas, a conhecida produtora dos vinhos Dona Ermelinda.

Mistura improvável e só possível pelo prazer da comida do Pescador. O dono é um homem de história sofrida e com nove casamentos pelo meio.

Histórias para desvendar na Mesa Nacional.

Bom apetite!