A A4 esteve cortada nos dois sentidos, durante quase sete horas, na sequência de um incêndio junto ao Parque Aquático de Amarante, que teve de ser evacuado também por precaução, confirmou a TVI, com fonte oficial do Comando Nacional de Operações de Socorro. 

As pessoas foram retiradas numa operação que decorreu "dentro da normalidade", entre as 17:45 e as 18:25. "Foram encaminhadas quer pela GNR quer  pelos serviços da proteção civil e com a ajuda dos recursos do parque".

A autoestrada só foi reaberta ao trânsito, nos dois sentidos, quase sete horas. A Guarda Nacional Republicana (GNR) adiantou à agência Lusa que a circulação do trânsito foi restabelecida pelas 22:50 nos sentidos Porto Amarante/Amarante Porto.

A essa hora, segundo indicava a página da internet da Proteção Civil, o fogo que lavra no concelho de Amarante desde o início da tarde estava "em fase de resolução”.

O fogo chegou a ter três frentes ativas ao final da tarde, mas logo nessa altura apresentava sinais de evolução favorável.

A reportagem da TVI no local constatou focos de incêndio mesmo junto à A4, por baixo do tabuleiro da autoestrada.

Segundo os bombeiros, o fogo deflagrou às 15:24, em Vila Caíz. A A4 esteve cortada ao quilómetro 58, no sentido Amarante/Porto, e ao quilómetro 45 no sentido Porto/Amarante.

No terreno, estiveram mais de 70 operacionais a combater as chamas, apoiados por cerca de 20 veículos e três meios aéreos.