A Unidade Nacional Contra Terrorismo da Polícia Judiciária está em alerta máximo na sequência dos atentados de sexta-feira em Paris, França, segundo apurou a TVI.
 
Por todo o país, as secções regionais desta unidade receberam indicação para atribuir prioridade máxima à recolha e cruzamento de informação com vista a antecipar possíveis cenários de ameaça terrorista.
 
Na sequência dos ataques de Paris, o Serviço de Estrangeiros e Fronteiras também elevou o nível de prevenção e vai fiscalizar mais intensivamente os documentos de entrada de passageiros oriundos do espaço Schengen, em especial de França.
 
Logo após os atentados, na madrugada de sábado, a PSP já tinha reforçado a segurança nos aeroportos de Lisboa, Porto e Faro e nas embaixadas francesa, norte-americana, britânica e alemã. Na prática, aumentou o número de efetivos destacados para estes locais.