O Estatuto do Aluno, a burocracia, a avaliação e a indisciplina no ensino em Portugal foram alguns dos temas em cima da mesa. «Em vez de os professores estarem a ensinar, estão a preencher papéis. Isto é lamentável», disse Henrique Medina Carreira, acrescentando: «É para passar o aluno sem saber, é isso que se quer.»

O professor Gabriel Mithá Ribeiro, historiador e investigador no ISCTE, convidado desta noite, pela segunda semana consecutiva, considerou que a atuação do professor, em termos disciplinares, deve ser «rápida, simples e eficaz».

«Os Estatutos dos Alunos não são a solução dos problemas nas escolas, são fonte de problemas», afirmou Gabriel Mithá Ribeiro, criticando também a «permanente reinvenção de regras» para os docentes.

«A indisciplina é violência social», referiu Mithá Ribeiro, acrescentando: «Temos uma sociedade que hesita em confiar nos professores.»